ACESSIBILIDADE
Acessibilidade: Aumentar Fonte
Acessibilidade: Tamanho Padrão de Fonte
Acessibilidade: Diminuir Fonte
Youtube
Facebook
Instagram
Twitter

Heróis anônimos
SÉRIE
Rio, Belezas e Afetos

A história de Jane Carla, uma carioca que vive em Madureira, a partir do ponto de vista da francesa Marie (personagem fictícia). Ao conhecer de perto como Jane vive e seu trabalho na escola de samba Portela, Marie questiona a própria vida. E, ao mesmo tempo que sente um estranhamento, se encanta pelas belezas e afetos da Cidade Maravilhosa. Participação especial: Jane Carla, presidente da ala das baianas do G.R.E.S. Portela.

 
Compartilhar pelo Facebook Compartilhar pelo Twitter Compartilhar pelo Whatsapp
MAIS DA SÉRIE
video
Guardiões da memória

Guardiões da memória

17/05/2016

Guanabara é vigia de um depósito onde ficam guardados os monumentos retirados das ruas da cidade. Lá dentro, quatro estátuas estão inconformadas por não participarem das comemorações dos 450 anos do Rio de Janeiro. Com temperamentos distintos e autoestima abalada, elas tentam recordar seus dias de glória e especulam sobre algum grande segredo que Guanabara possa esconder. Entrevistada: Vera Dias, gerente de monumentos e chafarizes da Secretaria Municipal de Conservação.

Rio, Belezas e Afetos

video
Identidade carioca

Identidade carioca

18/04/2016

A rotina de trabalho de Severino, como garçom de um botequim tradicional do Rio de Janeiro, o transforma em um atento observador da vida e dos hábitos do carioca. As conversas que ouve no bar o encorajam a se inscrever em um concurso de crônicas comemorativo dos 450 anos da cidade. Participações especiais: Antonio Edmilson, historiador; Marcus Faustini, escritor; e Rosa Magalhães, carnavalesca e artista plástica.

Rio, Belezas e Afetos

video
Memórias do IV Centenário

Memórias do IV Centenário

15/12/2015

Um arquiteto visionário e sua datilógrafa relembram dias festivos de quando o Rio de Janeiro completou 400 anos, em 1965. As comemorações do quarto centenário fazem esses personagens refletirem sobre o passado, o presente e o futuro do Rio – uma cidade inteira como fábula e sonho, se recontando por meio de sua gente.

Rio, Belezas e Afetos

video
O homem que viu tudo

O homem que viu tudo

15/12/2015

O alagoano Felipe decidiu ser fotógrafo ao se encantar pela beleza do Rio de Janeiro, cidade que escolheu para morar. No curso de Mestrado, estuda a obra de Augusto Malta, o fotógrafo documentarista, também alagoano, que registrou o cotidiano carioca entre 1904 e 1936. O contato com o trabalho de Malta transforma o olhar e a percepção de Felipe sobre o Rio. Entrevistado: Fernando Gralha, historiador.

Rio, Belezas e Afetos